CLUBE FM 94.1 - 2019

Desenvolvido e Gerenciado por Eduardo Sant'Ana

Entidade de empresária responsável por ida de Ronaldinho ao Paraguai é alvo de investigação

 O caso de Ronaldinho e do irmão Roberto de Assis Moreira, presos no Paraguai por portarem documentos falsos, deverá ter novos desdobramentos nesta segunda-feira. De acordo com o jornal ABC Color, a empresária responsável pela ida do ex-craque para o país, Dalia López, deverá se entregar às autoridades. Além disso, o periódico relata que o Ministério Público já tem provas de que ela era responsável pelas identificações encontradas com o ex-jogador e com o empresário brasileiro. 

 

Integrantes do MP paraguaio encontraram uma troca de mensagens entre uma intermediária e Dalia, em que a empresária relata que estava com os documentos de Ronaldinho e Assis prontos para entrega. Conforme esta intermediária, identificada pelo jornal como Paula Oliveira, as identificações dos irmãos foram entregues por Dalia em Assunção. 

 

O jornal paraguaio também noticia hoje que a fundação de Dalia López, conhecida como Fraternidade Angelical, foi suspensa e é alvo de investigação. As autoridades estão preocupadas com quem é responsável pela criação da entidade. 

 

O ministro Anticorrupção, René Fernández, afirmou que irá investigar administrativamente também os setores de Identificações e Migrações, já que os documentos de Ronaldinho e Assis teriam sido confeccionados com o auxílio de funcionários. 

Please reload