CLUBE FM 94.1 - 2019

Desenvolvido e Gerenciado por Eduardo Sant'Ana

Mortos por novo coronavírus passam de 900 e balanço global supera o da Sars

 O novo coronavírus matou mais de 900 pessoas, quase todas na China, superando o balanço global da Síndrome Respiratória Aguda Grave (Sars), mas a OMS anunciou "boas notícias" na estabilização do número diário de infecções. O vírus 2019-nCoV, que apareceu em dezembro em um mercado em Wuhan (centro da China), matou 91 pessoas a mais na província de Hubei, a mais castigada pela epidemia, elevando o total de vítimas fatais a 902 em todo o país, superando o balanço da Síndrome Respiratória Aguda Severa (SARS), que matou 774 pessoas em todo o mundo em 2002-2003.

 

Em sua atualização diária, a comissão de saúde de Hubei confirmou 2.618 novos casos nesta província central da China. Às mortes no país, que impôs uma quarentena a parte de seu território, se acrescenta uma morte em Hong Kong e outra nas Filipinas. Uma "missão internacional" de especialistas partiu para a China na noite deste domingo, anunciou o diretor da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus.

 

À frente da missão está Bruce Aylward, que esteve à frente de outras emergências sanitárias internacionais. A OMS havia estimado no sábado que o número de casos de contaminação detectados diariamente na China tinha se estabilizado, mas que era cedo demais para afirmar que a epidemia havia superado seu auge.

Please reload