CLUBE FM 94.1 - 2019

Desenvolvido e Gerenciado por Eduardo Sant'Ana

Confirmada identidade de motorista morto em acidente de trânsito entre Pontão e Passo Fundo

Uma pessoa morreu carbonizada após uma colisão entre um caminhão-tanque e um carro no km 147 da ERS-324, entre Passo Fundo e Pontão nesta segunda-feira, 30.

O acidente envolveu um automóvel Peugeot 207 de Passo Fundo e um caminhão-tanque com placas de Sertão e que era conduzido por um morador de Passo Fundo. No caminhão estavam duas pessoas, o motorista e sua esposa. Eles saíram ilesos.

De acordo com relato do condutor do caminhão que trafegava no sentido Passo Fundo/Pontão, o Peugeot 207 trafegava pelo acostamento e invadiu a pista contrária se chocando com o Volvo que tracionava um tanque para transporte de óleo vegetal.

 

Marcas de frenagem demonstram que o motorista do caminhão tentou frear para evitar a tragédia, porém não conseguiu desviar do veículo, e acabou perdendo o controle e arrastando o automóvel por cerca de 40 metros.  Após a batida, os dois veículos pegaram fogo e ficaram completamente destruídos pelas chamas. O motorista disse que ainda tentou se aproximar do veículo com um extintor, mas nada mais pode ser feito para evitar que as chamas consumissem o automóvel e a cabine do caminhão.

No automóvel, viajava somente o condutor que  não conseguiu escapar com vida. Ele foi identificado como Octávio Lourenço dos Santos Neto, proprietário do veículo.

 

O corpo de bombeiros de Passo Fundo deslocou com dois caminhões e uma ambulância e efetuou o combate as chamas, evitando que o tanque fosse atingido. Foi necessário um caminhão guincho para remover o caminhão de cima do automóvel e o uso do desencarcerador para que o corpo do condutor fosse retirado das ferragens.

 

O trânsito ficou bloqueado por mais de 3 horas e foi liberado após as 20h depois da lavagem da pista e da remoção dos veículos.

Octávio Neto era funcionário da Caixa Econômica Federal e uma pessoa próxima a vítima, relatou a reportagem da Uirapuru que Neto teria reclamado de dores no peito durante o dia e que ele estava fazendo uso de medicamento para tratar uma arritmia.

Octávio Lourenço dos Santos Neto estava viajando para Chapecó para visitar familiares.

Please reload