CLUBE FM 94.1 - 2019

Desenvolvido e Gerenciado por Eduardo Sant'Ana

Agricultor de Rio dos Índios tem prejuízo de mais R$ 50 mil na produção de melancia

 

 

O produtor rural Milto Girelli da Linha Saltinho Bela Vista interior Rio dos Índios,  deparou-se no início desta semana com a perda da produção de mais de dois mil pés de melancia. Conforme Sr. Guirelli, que possui dois hectares do cultivo,  metade do seu plantio inicialmente apresentava sinais de enrugamento das folhas, pontas amarelas e torcidas, folhas deformadas e abortamento de flores e frutas, em seguida os pés foram secando por completo.

 

O serviço de Extensão Rural, Emater/RS Ascar esteve no local, conforme a Extensionista Rural do escritório local, Andreia Kraemer, foi constatada a perda da produção, porém apesar da verificação de sintomas de intoxicação das plantas, não é  possível um diagnóstico concreto por parte da Emater. 

 

Estima-se que foram atingidos cerca de 2.500 pés de melancia, com uma média de produção de três frutas viáveis por pé com média de peso de 8 kg cada fruta. Com isso é possível estimar em pelo menos 7.500 frutas, totalizando 60 mil quilos.

 

Conforme o produtor, o seu prejuízo é de mais de 50 mil reais. Ao longo de 20 anos é a primeira vez que a família perde a produção desta forma, o Sr. Girelli afirmou a reportagem da rádio clube estar surpreso e lamentou a perda, pois as frutas estavam começando a madurar.  

 

Ainda conforme a Extensionista da Emater a função da entidade é orientar e instruir o agricultor. “Nesses casos em específico nossa função é dar assistência técnica com o foco de minimizar o dano a cultura atingida e orientar o agricultor a procurar os órgãos competentes para as demais medidas”, afirmou.

 

O órgão competente para esse tipo de reclamação é o Departamento de Defesa Vegetal da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Sepadr) que fica junto a Inspetoria Veterinária, os fiscais agropecuários são os técnicos capacitados para realizar a coleta de amostras e diagnosticar a causa da intoxicação. No momento, com a greve dos fiscais agropecuários, a orientação é para que os agricultores que tenham suspeitas de intoxicação de suas lavouras, procurem diretamente a Promotoria de Justiça mais próxima. 

 

O produtor afirma que fez os encaminhamentos necessários para que ocorra o diagnóstico da perda da produção.  

 

Please reload