CLUBE FM 94.1 - 2019

Desenvolvido e Gerenciado por Eduardo Sant'Ana

Defesa Civil registra 23 municípios afetados pelas chuvas no RS

Os temporais registrados desde a última semana de outubro, até o momento, deixaram 23 cidades afetadas no Rio Grande do Sul. O número atualizado, divulgado no fim da tarde desta quarta-feira pela Defesa Civil, mostrou um aumento ante 18 cidades registradas na terça-feira. Destas, Prefeituras de 16 municípios já decretaram Situação de Emergência.

 

Segundo o órgão, somam ao relatório de municípios gaúchos que registram danos humanos ou materiais devido aos temporais: Nova Bassano, Rio Pardo, São Jerônimo, Itapuca, Triunfo e Lajeado. O acompanhamento de rios, e seu comportamento devido ao grande volume de chuva, também tem recebido a atenção da Defesa Civil. A cheia do Rio Taquari, por exemplo, obrigou que famílias deixassem suas casas. O mesmo ocorre em São Sebastião do Caí, onde a cheia do Rio Caí deixou mais de 40 moradores ribeirinhos fora de suas casas.

 

Conforme a sala de monitoramento, comandada pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente Infraestrutura, o Rio Taquari é uma ameaça às localidades de Muçum, Estrela e Taquari – pois segue acima das cotas de inundação. A normalização do volume de água deve ocorrer apenas no final de semana.

 

A elevação do nível do rio Guaíba já registrou alagamentos nas ruas da região das Ilhas, em Porto Alegre. Segundo a Defesa Civil, até o começo da tarde não houve o registro de residências inundadas ou famílias desalojadas. 

 

Dom Pedrito
 

A cidade de Dom Pedrito – com aproximadamente 38 mil habitantes – segue sendo a cidade com mais registro de danos materiais do RS. O município localizado na região Sudoeste, registrou, até a tarde desta terça-feira, 4,2 mil danos menores (queda de árvores e postes de energia elétrica, por exemplo) e mil residências afetadas.

 

Cachoeira do Sul
 

A cidade da região Central do Rio Grande do Sul possui, até o momento, 57 desabrigados e 80 desalojados. Um dos principais motivos da situação é a cheia dos rios que cruzam o municípios – com aproximadamente 11 mil habitantes. Além de residências inundadas, a cidade registra obstrução de vias em pelo menos seis localidades, incluindo a ERS 630.

 

Rosário do Sul
 

O município localizado na região da Fronteira Oeste tem o maior índice de desabrigados, de acordo com a Defesa Civil. O transbordamento do rio Santa Maria já deixou 48 famílias – o total de 168 pessoas – em abrigo provisório no ginásio da escola Oliverio Thaddeo. A cidade – com aproximadamente 39 mil habitantes – também detém de 42 desalojados nesta quarta-feira.

 

Munícipios atendidos pela Defesa Civil:
 

Santana do Livramento
Dom Pedrito
Bagé
Cachoeira do Sul
Canguçu
São Gabriel
Ibarama
Cristal
Lagoa Vermelha
Camargo
São João do Polêsine
Pelotas
Camaquã
Rosário do Sul
Alegrete
Guaporé
São Sebastião do Caí
Nova Bassano
Rio Pardo
São Jerônimo
Itapuca
Triunfo
Lajeado

Please reload