CLUBE FM 94.1 - 2019

Desenvolvido e Gerenciado por Eduardo Sant'Ana

Existem várias pontas soltas, diz delegado sobre roubo milionário no Salgado Filho

A operação Cavalo de Tróia, desencadeada para localizar os envolvidos no roubo milionário de celulares no Aeroporto Internacional Salgado Filho, terminou com a prisão de cinco pessoas. Entre os detidos está o motorista do furgão de uma transportadora. Antes vítima, agora suspeito, ele, à época do crime afirmou que foi coagido e que teria ficado sob ameaça dos criminosos.

 

 O titular da Delegacia de Repressão ao Roubo e Furto de Cargas (DRFC), delegado Alexandre Luiz Fleck, disse nesta sexta-feira que o caso não foi totalmente resolvido. “Existem várias pontas ainda soltas que serão investigadas”, revelou. "Vamos montar o quebra-cabeça", completou. 

 

Ao falar do motorista, então vítima do roubo de cerca de R$ 2 milhões em celulares do depósito da companhia aérea Latam, ocorrido em fevereiro, Fleck relatou que foi encontrado com o homem um dos celulares roubados. “Ele tinha para uso pessoal um dos celulares roubados”, observou. “Esse motorista, agora preso, contou que foi então rendido, mas temos indícios veementes que ele mentiu”, frisou o delegado Fleck, que não descartou a suspeita de envolvimento do próprio dono da transportadora.  “Não temos nada ainda que comprove”, ressalvou. “Temos que ver até onde a mentira vai e se a verdade prevalecerá nas versões”, resumiu. 

 

Os 14 mandados de busca e apreensão e os outros seis de prisão temporária foram cumpridos em Porto Alegre, Canoas, Gravataí, Alvorada, Guaíba, Viamão e Campo Bom. Além de aparelhos telefônicos, os policiais civis apreenderam relógios sem procedência, radiocomunicadores e quase R$ 20 mil em dinheiro, além de embalagens dos aparelhos. 

Please reload